Artigos

10 de novembro de 2015

9 DICAS PARA COMPRAR UMA EMPRESA

Comprar uma empresa que já está ativa no mercado pode ser uma excelente opção, porque o investidor vai ser poupado de um trabalho árduo de estabelecer um novo negócio e promovê-lo desde o início. Uma empresa já existente, se estiver estável em suas operações, pode, ainda, ser considerada uma forma de menor risco, pois traz junto dela uma carteira de clientes, equipe habilitada, histórico de lucros e ponto comercial já estabelecido.
É claro que adquirir uma empresa se trata de uma decisão que possui inúmeras vantagens. Todavia, existem alguns aspectos importantes sobre os quais o comprador deve ponderar antes de tomar uma decisão mais sóbria acerca da compra da empresa que tem em vista. Quer saber quais? Continue acompanhando, pois vamos listar 5 DICAS PARA COMPRAR UMA EMPRESA!

1 – Analise suas habilidades e afinidades com o setor
É essencial que você saiba a fundo sobre o segmento de atuação da empresa e analise, sincera e completamente, se tem as habilidades necessárias para lidar com ele. Afinal, há demandas e responsabilidades diferentes em cada tipo de negócio. Você deve escolher preferencialmente o nicho em que você já tem conhecimentos e com o qual possa lidar muito bem ao comprar uma empresa.
Saiba, ainda, que se o negócio for preponderantemente operacional, você não terá a influência para fazer grandes mudanças, porque elas podem afetar os clientes atuais e sua reputação no mercado. Portanto, você deve estar preparado também para ajustar-se ao estilo atual do negócio. Continue acompanhando nossas dicas para comprar uma empresa.

2 – Veja se há dívidas em nome da empresa
É muito importante verificar se existem tributos atrasados, dívidas com instituições financeiras, financiamentos não quitados de equipamentos e maquinário, entre outros débitos ao comprar uma empresa operação. O passivo pode ser tão grande que, mesmo que a empresa produza um bom retorno com seus produtos ou serviços, não valha a pena adquiri-la. Ou que, pelo menos, faça valer a pena uma negociação melhor. Veja as demais dicas para comprar uma empresa abaixo.

3 – Avalie a situação dos empregados
Ainda que os colaboradores da empresa sejam bem treinados, pode ser que exista defasagem salarial ou outros problemas, como questões trabalhistas não solucionadas, o que os tornam menos motivados para o trabalho. Verifique se existem processos trabalhistas em andamento, se o recolhimento fiscal está em ordem, como está a operacionalidade dos setores.

4 – Descubra o motivo que levou o atual proprietário a sair do negócio
Muitas podem ser as razões que levam um empreendedor a deixar seu negócio. Ele pode estar sem paciência de continuar naquele ramo ou deseja se aposentar, não tem herdeiros para dar continuidade ao empreendimento ou, simplesmente, não acredita mais naquele ramo. Deve-se levar em conta que o atual proprietário conhece bastante sobre sua empresa e sobre o ramo de atuação e você tem que reconhecer o que verdadeiramente está acontecendo com aquilo que ele levou anos para construir. Isto pode ser crucial para sua decisão de comprar ou não a empresa.

5 – Cheque detalhadamente a situação fiscal e trabalhista da empresa antes de comprar uma empresa em funcionamento
Quem comprar uma empresa em funcionamento assume toda a responsabilidade fiscal do proprietário anterior, mesmo que mude o CNPJ do negócio. Impostos, contribuições, taxas, questões trabalhistas, tudo é herdado se a empresa continuar no mesmo segmento e mesmo local. Por isso, é extremamente importante checar a papelada minuciosamente. Solicite certidões negativas dos últimos anos, analise todos os recolhimentos e vínculos trabalhistas e cheque se a empresa tem alguma dívida com fornecedores, incluindo o contrato do aluguel. Não esqueça, ainda, de verificar se o estabelecimento teve problemas com antigos funcionários. Enfim, levante todo o histórico da atividade empresarial. Com certeza algumas surpresas aparecerão ao longo do tempo, mas quanto maior for essa investigação, menores serão os problemas futuros, não é mesmo?
Perceba se quem está vendendo a empresa disponibiliza as documentações sem resistência. Se algo não estiver transparente, é mau sinal!

6 – Busque informações além da papelada
Existem problemas que não estão no papel. São informações que podem passar em branco no momento da negociação, mas que depois podem atrapalhar totalmente o negócio. Procure saber os reais motivos de a pessoa vender o estabelecimento e verifique se alguma mudança negativa está por vir no mercado ou mesmo nas redondezas do ponto comercial. Converse com os comerciantes locais e verifique se algo que possa afetar a rentabilidade do negócio está por vir, como uma mudança no trânsito que dificulte o acesso local, por exemplo. Esse tipo de modificação, embora não pareça, influencia e muito no negócio. Assim certifique-se de todos os detalhes antes de comprar uma empresa em funcionamento.

7 – Leia e releia o contrato compra e venda, não assine nada antes de consultar um especialista no setor.
Você precisa estar por dentro de todas as regras do jogo. Analise cada entrelinha do contrato de compra e venda que será firmado entre os empresários. Tire dúvidas, entenda o que significa cada cláusula, pois o contrato é o respaldo jurídico para estabelecer os direitos e deveres das partes. Caso este contrato não seja estudado com atenção, depois não adianta dizer que não tinha visto algum item.

8 – Organize um processo de transição
Organizar um processo de transição é uma das nossas dicas para comprar uma empresa que deve ser bem estudada e assim deve-se elaborar um planejamento para a sucessão empresarial, ou seja, o intervalo de tempo em que o proprietário anterior deixará a empresa, até que você se familiarize com a clientela e com as operações do negócio. Este período de transição pode ser de algumas semanas ou de vários meses, dependendo do tamanho da empresa. Tente discutir sobre a ocasião com o vendedor, antes de tomar qualquer decisão final sobre o negócio.

9 – Faça uma Avaliação da Empresa
Não pague mais pelo negócio, antes de bater o martelo, faça uma Avaliação da Empresa para saber se o preço pago é justo, se o retorno do capital investido é o esperado. Neste momento a grande dica é contratar um especialista para fazer a Avaliação do Negócio.
Se o seu contrato envolve a compra de equipamentos e veículos da empresa anterior, redobre os cuidados. É preciso avaliar a qualidade das máquinas, e, para isso, vale chamar técnicos no assunto que poderão lhe dizer com mais precisão as condições dos bens, as previsões de reparos, enfim, tudo o que precisa entrar no orçamento. Além dos aspectos de qualidade, verifique também se eles estão todos pagos ou ainda faltam parcelas a serem quitadas.
Avalie os contratos com fornecedores, clientes e principalmente o contrato de aluguel antes de comprar uma empresa em funcionamento. Certifique-se que, antes de fazer a oferta de compra, tenha o fiador para o contrato de aluguel ou capacidade para fazer uma capitalização, pergunte junto a imobiliária quais serão as condições.

Voltar para todos artigos

Confira nossas oportunidades de negócios



Confira também nossas publicações e posts exclusivos

Vitalab

FT AQUISIÇÕES CONCLUI A VENDA VITALAB PARA O GRUPO MAFRA.

Biogenetix

FT Aquisições conclui a venda da Biogenetix para o Grupo Mafra.

Byogene

FT Aquisições conclui a venda do Grupo Byogene para o Grupo Mafra.

mafra expressa

Grupo Mafra adquire 100% da Distribuidora Expressa que possui receitas na casa de R$ 1,5 bi.