Posts

Lider mundial em intermediação de compra e venda de empresas, fusões e aquisições.

11 de fevereiro de 2019

Bilionário russo Mikhail Fridman, faz oferta para aquisição da rede de supermercados Dia

A Letterone, do bilionário russo Mikhail Fridman, faz oferta para aquisição da rede de supermercados Dia

A Letterone, holding do bilionário russo Mikhail Fridman, 11º homem mais rico da Rússia,  fez uma oferta para compra da rede espanhola de supermercados Dia. Os mesmos detêm 29% da empresa e o interesse é comprar todas as ações remanescentes e aumentar o capital em 500 milhões de euros para reestruturar as dívidas da empresa e melhorar sua estrutura de capital. Logo após executará um plano de transformação, que será conduzido pela L1 Retail, divisão de varejo da Letterone.

A intenção do grupo é voltar a liderança no varejo espanhol e crescer em mercados como Argentina e Portugal, e melhorar o crescimento nas receitas no Brasil.

A empresa foi fundada em 1979 na Espanha, e hoje possui mais de 7 mil lojas entre próprias e franquias e cerca de 50 mil colaboradores. No Brasil a empresa possui 1,2 mil lojas e receita na casa de 7 bilhões, com forte presença em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro e conta com mais de 8 mil funcionários. 

No ano de 2012, a empresa passou por uma operação de fusões e aquisições e anunciou a compra das lojas da cadeia alemã Schlecker na Península Ibérica, numa operação que superou os 70,5 milhões de euros.

 

Escrito por: FT Aquisições, especialista em assessoria a fusões e aquisições

e captação de fundos de investimentos.

Fontes: Bloomberg, Valor e InfoMoney

Confira nossas oportunidades de negócios



Confira também nossos artigos

sa ou ltda

S.A. ou Ltda., qual escolher para constituição de sua empresa?

Acesse este conteúdo
universty

Panorama atual de Fusões e Aquisições no setor de Educação

Acesse este conteúdo
liquidez- empresa

Avaliação de Desempenho de uma Empresa por Índices de Liquidez

Acesse este conteúdo
40lw8z7ybawm2a5d2dm3zijai

Porque comprar uma empresa em Recuperação Judicial pode ser um bom negócio

Acesse este conteúdo